GUSTAVO BLANCO, O INESPERADO PROTAGONISTA

31/07/2017

Não sou de criar expectativas em novos jogadores do Atlético, ainda mais após a contratação do lateral Danilo Barcelos, atual jogador da Ponte Preta, que teve um início arrasador pelo Galo. Porém, analisando a partida de ontem, podemos perceber que a vaga de Elias no time titular está completamente ameaçada. 

 

Primeiramente, não é o estilo do Rogério Micale jogar com três volantes, mesmo um deles fazendo a função de armador, como Elias vinha fazendo no sistema tático do Roger Machado. Apesar de ser definido pela imprensa como volante, Gustavo Blanco sempre afirmou que se sente completamente confortável em atuar pelo sistema ofensivo, ainda mais como armador.

 IMAGEM: BRUNO CANTINI/ATLÉTICO

 

Acredito que quase todos os torcedores do Atlético não esperavam a titularidade de Blanco, mas o insperado aconteceu. Com um time "novo" na temporada, mais ofensivo e valente, Rogério Micale resolveu jogar com três armadores, mas que retornavam para apoiar os laterais no ataque adversário. Assim como o atacante Pablo, Gustavo Blanco atuou pelos lados (concentrado pelo lado direito), mas deu suporte ao lateral Marcos Rocha, que vem sendo contestado na marcação. 

 

Além de ser importante no apoio para o lateral Marcos Rocha, Gustavo Blanco também ajudou na evolução do meia Juanito Cazares, que jogou mais centralizado, porém flutuava trocando de posições com ambos os armadores laterais. Blanco teve essa responsabilidade de manter a intensidade do time durante a partida, buscando o jogo com os volantes Adílson e Rafael Carioca, que se focaram em apoiar a defesa alvinegra. 

 

Gustavo Blanco teve uma boa atuação individual e uma excelente atuação técnica e coletiva, por isso o destacamos como um dos melhores da partida. 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

© 2017 por Igor Lanna, dono do Blog do Galo, fundador e editor neste site.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now