LEONARDO SILVA E SEUS 300 JOGOS PELO ATLÉTICO

01/08/2017

GRATIDÃO é a palavra ideal que todo atleticano tem em relação ao zagueiro Leonardo Fabiano da Silva e Silva, mais conhecido como Leonardo Silva. 

 

Em 2008, Léo Silva fez uma boa temporada pelo Vitória-BA e foi renegociado com o Cruzeiro, onde retornou á Minas Gerais, em 2009. Porém, sua história no Atlético começava ali, em uma lesão, o Cruzeiro afastou Leonardo Silva do elenco em 2010, e em seguida deixou o clube. 

 

Seria o destino? Seria sorte? Não há uma explicação concreta para definir o que realmente aconteceu e porque o presidente do Atlético, Alexandre Kalil resolveu contratá-lo em 2011. O zagueiro assinou um contrato com o alvinegro por duas temporadas. 

 

Ahhh, mas como o futebol é sensacional! No dia 12 de fevereiro, de 2011, em Sete Lagoas-MG, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro, Leonardo Silva fazia sua estreia pelo Atlético, justamente com o seu ex-clube, o Cruzeiro. 

 

 Numa partida em que o atacante e ídolo Diego Tardelli estava inspirado, O Atlético venceu o Cruzeiro de virada, por 4x3. Com três gols do Tardelli e um do atacante Neto Berola.

 

Estreando na melhor forma possível, Leonardo Silva começava sua história com o Atlético ali e apagava sua passagem com o outro clube de Minas Gerais. 

 

Seu primeiro gol com a camisa do Atlético aconteceu na partida contra o Avaí em Santa Catarina. O Galo faturou os 3 pontos ao bater o time local por 3 a 1, com dois gols de Leo Silva e o outro do companheiro de zaga, Réver.

 

 

IMAGEM: UOL ESPORTE

 

A partir de então, Léo Silva foi conquistando a massa alvinegra e os treinadores que passavam pelo clube. Em 2011 foram 46 partidas, 6 gols e 3 assistências. Na reta final do Brasileirão, o jogador teve uma lesão na coxa e ficou parado por 6 meses, voltando a atuar apenas no início do torneio nacional de 2012.

 

Em 2012, mesmo sem fazer a pré-temporada por estar se recuperando de uma lesão, Leonardo Silva se destacou entre os defensores brasileiros e foi lembrado pelo técnico da seleção brasileira daquela época, o Mano Menezes. Léo Silva se mostrando bastante satisfeito pelo reconhecimento do treinador que o-convocou:

 

"A gente fica feliz ao saber que com 33 anos ainda tem muita coisa boa para dar, muito a oferecer. Veio para sinalizar um bom trabalho, as dificuldades que cada atleta passa na sua carreira, importante você não desistir, fazer bom trabalho, pois as pessoas estão vendo.", comentou o zagueiro".

 

 

Em 2013, junto com todo o elenco, desacreditado pela mídia brasileira, Leonardo Silva mudava a história do Clube Atlético Mineiro, tirava o clube do inferno e colocava no céu.

 IMAGEM: GLOBO ESPORTE

 

No ano em que mudou a história do clube, Leonardo Silva atuou em 56 partidas e marcou três gols, um deles o mais especial em sua carreira. Com podem ver na imagem acima, Leonardo Silva marcou o gol de empate do Atlético, contra o Olimpia na final da Libertadores da América, no Estádio Mineirão, gol que levou os alvinegros á prorrogação e o-mantiveram vivos na disputa pelo inédito título. 

 

Em 2014, Leonardo Silva atuou em 52 partidas, também marcou três e também conseguiu dois títulos inéditos pelo Atlético, são eles: A Recopa Sul-Americana contra o Lanús e a Copa do Brasil, onde venceu na final justamente o seu ex-clube, o Cruzeiro-MG. 

 

Aos 38 anos, Leonardo Silva tem história de mais para contar, são 300 partidas disputadas até o momento, 28 gols marcados e 8 títulos conquistados pelo clube alvinegro, são eles:

 

- Campeonato Mineiro 2012, 2013, 2015, 2017

- Copa Libertadores da América em 2013

- Recopa Sul-Americana 2014

- Copa do Brasil 2014

- Florida Cup 2016

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

© 2017 por Igor Lanna, dono do Blog do Galo, fundador e editor neste site.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now