FRED COUTO, CANDIDATO A PRESIDENTE DO GALO

15/08/2017

Você conhece Fred Couto? Sabe de suas ideias? Veja um pouco sobre o candidato á presidente do Atlético, na eleição que ocorrerá em Novembro deste ano.

 IMAGEM: WEB

 

Frederico Peçanha Couto, empresário e Engenheiro Civil, 59 anos... Além da faculdade em engenharia civil, o candidato possui outras qualificações profissionais. Fred Couto tem MBA em Gestão de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas e MBA em Marketing Esportivo pelo Instituto Vanderlei Luxemburgo, em São Paulo.

 

Frederico tentou se eleger como Presidente do Galo em 2011, porém foi derrotado pelo Alexandre Kalil, numa soma de votos onde a diferença foi imensa. Foram 235 votos contra 79. 

 

Em 2014, não houve disputa para o cargo de presidente do Atlético. Indicado pelo ex-presidente Alexandre Kalil, Daniel Nepomuceno assumiu o cargo com bastante tranquilidade. 

 

O atual pré-candidato, visa muito a área de marketing do Clube Atlético Mineiro, que para ele pode ser muito mais rentável ao clube. Em entrevistas aos jornais O Tempo, SuperEsportes MG, Jornal do Belvedere, Frederico comentou sobre as situações atuais do clube e sobre os seus projetos. 

 

MARKETING

Jornal do Belvedere

 

“Fomos o primeiro clube a mostrar no exterior (década de 1950) a força do futebol brasileiro. Conquistamos torneios na Europa, na Ásia, na América Central; somos, oficialmente, o primeiro campeão brasileiro, e temos o título da Libertadores, mas essa trajetória é mal explorada,” 

 

INDEPENDÊNCIA, MINEIRÃO E ESTÁDIO PRÓPRIO

SuperEsportes MG

 

“Foi muito bom o Independência. Mas temos de voltar para o Mineirão, dentro, claro, de entendimentos com a Minas Arena. Nossa torcida merece algo maior. E precisamos ter cuidado com estádio próprio. Não estou dizendo que sou contra. É cuidado. O Atlético faz 70 partidas no ano, sendo 35 em casa. São mais uns 30 dias para eventos e festas. Então são 65 dias de ocupação do estádio. São outros 300 ociosos. Só é bom negócio se for um complexo. Da maneira que estamos vendo pela mídia, não me parece ser. Estou esperando há dois anos o Daniel (Nepomuceno) apresentar o projeto no Conselho. Vazaram fotos, maquete na mídia. Depois, o Daniel pediu desculpa ao Conselho. Nossa visão é voltar ao Mineirão para vermos de perto como funciona. Não estou dizendo que os envolvidos não tenham essa consciência. Mas como conselheiro entendo que é preciso experimentar primeiro. Falaram também em colocar o shopping no negócio. Se fizerem isso, aí eu sou contra. É um ativo espetacular.”

 

LUCRO NO MINEIRÃO

“O Atlético, com 90% de ocupação no Mineirão e 90% de ocupação no Independência, o clube tem 70% a mais de arrecadação no Mineirão do que no Independência. O Mineirão pode ter só um público de 20 mil, colocando só na parte de baixo, o que barateia os custos”

 

FUTEBOL, ELENCO, ATUAL SITUAÇÃO

Obs: Frederico disse isso no início do ano

 

“A administração de futebol do Atlético hoje tem erros e acertos, mas nós temos um time forte. Quais são as consequência futuras disso, eu não sei, porque não estou lá dentro. A impressão que a folha do Atlético é cara. Para essa folha cara, se não estivermos tendo receita para pagar, vamos ter um buraco à frente”

 

SÓCIOS TORCEDORES

 

“Sou sócio black, pago caro e vou aos jogos. Mas a modalidade mais simples precisa melhorar. Quero 150 mil sócios.”

 

ATUAL GESTÃO

 

“O Atlético teve gestões que erraram e acertaram mas, na minha visão, tem algumas coisas que precisam ser pontuadas para a melhor, por isso, vou participar desta eleição”

 

 Já o atual e questionado presidente do Atlético ainda não sabe se irá se candidatar novamente. Eleito numa votação sem concorrentes em 2014 e indicado por um dos maiores presidentes do clube, Kalil, Nepomuceno também foi vice-presidente do Galo, por 6 anos.

 

Bacharel em Direito pelo Centro Universitário Newton Paiva e graduado em Ciências Políticas pela Universidade de Barcelona, Daniel é vereador da cidade de Belo Horizonte no mandato de 2013 até 2016. Além disso, é vice-presidente do PSB em Minas Gerais. Vindo de uma família de juristas, já foi assessor parlamentar da Câmara Municipal de Belo Horizonte, além de ter atuado na Secretaria de Estado da Fazenda, chegando posteriormente à Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, onde trabalhou com o deputado Durval Ângelo na Comissão Permanente dos Direitos Humanos. No ano de 2009, aceitou um convite para integrar a Coordenadoria de Direitos Humanos da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte e, logo na sequência, assumiu o cargo de secretário-adjunto na Secretaria de Estado de Defesa Social.

 

Questionado sobre os dois cargos (presidente e funcionário da Prefeitura), Nepomuceno já chegou a ameaçar de sair da Prefeitura de Belo Horizonte, para se dedicar ao clube. Porém, mesmo com muitas funções, o atual presidente foi defendido por Kalil em 2014, que disse:

 

“Ele vai ter tempo de trabalhar, sim. Se ele não tiver, ele vai sair. Ele sabe a responsabilidade que está assumindo. Todo mundo que está vindo está disposto a trabalhar, e a trabalhar muito”

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

© 2017 por Igor Lanna, dono do Blog do Galo, fundador e editor neste site.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now